sábado, 21 de dezembro de 2013

LOUCURA?


                    DEZEMBRO NO NATAL DO CALENDÁRIO…

FECHAVA-SE UMA NUVEM ESCURA SOBRE OS MEUS OMBROS. ELA DESCIA DA CABEÇA OU PARA A CABEÇA SUBIA. ERA TÃO ESCURA E ESPESSA QUE, COM A PONTA DE MEUS CÍLIOS EU SENTIA OS SEUS LIMITES.
NUVENS GERALMENTE VÃO E VÊM, MAS ESTA CAMINHAVA COMIGO DESDE A INFÂNCIA. PESADA E SECA SURGIA NO BERÇO DOS HOMENS QUE GUARDAM DEZEMBRO.
EU ANDAVA PELAS RUAS. RUAS ERAM VEIAS QUE EU MESMO ABRIA.
DAS PORTAS COLORIDAS, AS ORELHAS DOS PRESENTES FECHADOS APONTAVAM MEUS OLHOS, MINHAS MÃOS E MINHA ALMA. GRITAVA PARA RETIRAREM TUDO AQUILO DALI, MAS NENHUM GRITO SAÍA DA NUVEM. MINHA BOCA NÃO ALCANÇAVA AS PONTES SEM REDE QUE A NUVEM LEVANTAVA DO CHÃO.
UM PASSO DEPOIS DO OUTRO. A SOMBRA PESAVA EM MEUS PÉS DOLORIDOS, MARCADOS PELAS FERIDAS QUE EU APLICARA NA HORA DE PEDIR SOCORRO.  DIMINUÍAM DE TAMANHO... NÃO SABIA SE IAM PARA A ESQUERDA OU PARA A DIREITA. MEUS PÉS PARECIAM DUAS BOLAS DE BOLICHE SOLTAS EM TERRENO BALDIO.
EU CAMINHAVA PELAS RUAS DO NATAL QUE CHEGAVA DO CÉU, DEPOIS DA LINHA DO HORIZONTE.
O NATAL VINHA DO CÉU E DEZEMBRO SAÍA DO CALENDÁRIO COLADO NAS PAREDES DAS OFICINAS. ERA UM MILAGRE! TRAZIA UMA ESTRELA QUE NÃO ERA ESTRELA.  PARECIA UMA ESTRELA E ATÉ SE DESDOBRAVA EM MILHÕES DE OUTRAS. MAS NÃO ERA ESTRELA... NEM USAVA MANTOS.  NÃO BEIJAVA OS PÉS SUJOS DOS CAMINHANTES PERDIDOS.
EU QUERIA O NATAL E QUERIA DEZEMBRO, MAS TROCARA O CALENDÁRIO DE LUGAR NA VIDA E ENTÃO, EU SÓ SABIA QUE ERA QUASE NATAL. QUASE...
MUITOS PÉS SOLTOS NAS CALÇADAS ABERTAS ESPERAM AS ESTRELAS. EU CONHEÇO MUITOS PÉS TÃO PESADOS QUANTO OS MEUS. NÃO É PERMITIDO DIVIDIR OS PESOS DOS PÉS, NÃO MESMO! JESUS CARREGOU A CRUZ, NÓS CARREGAMOS OS PÉS.  MUITOS ACREDITAM QUE A CRUZ CAI DOS BRAÇOS DO CRISTO NA NOITE DE NATAL, MAS EU SEI QUE ELA ESTÁ BEM FIRME. SÓ OS PÉS ESTÃO SOLTOS E NÃO CONHECEM O CAMINHO DE VOLTA.
A NUVEM GROSSA ATRAPALHA A MINHA VISÃO.
TIREI O CALENDÁRIO DA PAREDE E DEIXEI O NATAL NO LUGAR DE DEZEMBRO.
O CALENDÁRIO ERA AMARELO.
O NATAL É BRANCO, OU AZUL. MAS NO CALENDÁRIO AMARELO APARECE O NATAL EM VERMELHO. VERMELHO É COR DE SANGUE, IGUAL AO SANGUE DE MEU PÉ BOLA DE BOLICHE.
NÃO GOSTO DO VERMELHO, NÃO É A COR DO NATAL. EU ESTOU DENTRO DA NUVEM ESCURA, MAS POSSO SABER A DIFERENÇA DO BRANCO DO NATAL.
ONTEM À NOITE DORMI PERTO DO RIO E VI NOSSA SENHORA PESCANDO UM PEIXE PARA O MENINO JESUS. TAMBÉM VI SÃO JOSÉ ACENDENDO UMA FOGUEIRA DE PEDRA PARA ASSAR O PEIXE, MAS DEPOIS, POR CAUSA DA NUVEM PESADA, EU NÃO PUDE SENTAR COM ELES. PERDI A BITELINHA DO PEIXE COROADO. TUDO CULPA DA NUVEM QUE ME FAZ SANGRAR E CHORAR QUANDO NÃO TENHO SOLUÇOS.
ENCONTREI O MEU AMIGO ESPANTANDO O MEDO DA NOITE: ELE NÃO GOSTA DA COR DA NOITE. ENTÃO, FALEI PARA ELE CAMINHAR PELAS CALÇADAS DO NATAL E ELE DISSE QUE EU ESTAVA FICANDO LOUCO. NÃO! LOUCO É O HOMEM DE BARBA QUE USA BOTAS COMPRIDAS E UM CHAPÉU DE PONTA!
NÃO USO CHAPÉU! A NUVEM NÃO DÁ ESPAÇO PARA A MINHA CABEÇA.
A MINHA CABEÇA, ÀS VEZES, SAI POR AÍ SOZINHA, FAZENDO DE CONTA QUE PROCURA O MEU CORPO.
O MEU AMIGO QUE TEM MEDO DA NOITE FICA CORDADO NA ESCURIDÃO PARA O CÉU NÃO CHEGAR PERTO DELE. EM DEZEMBRO, ELE DORME NA CALÇADA DO NATAL DURANTE O DIA. GOSTO MUITO DELE, POR QUE ELE SABE COMER BANANA COM OS LÁBIOS, SEM MASTIGAR O CAROÇO E CONSEGUE ENGOLIR A CASCA INTEIRINHA. EU NÃO POSSO FAZER O MESMO... A NUVEM ESCURA MANDA DESCASCAR A BANANA E COMER SÓ O CAROÇO E, ENTÃO, EU COMO!NÃO! NÃO É SEMPRE QUE EU COMO UMA BANANA. MEU AMIGO TEM UM AMIGO QUE GANHA BANANAS. EU NÃO TENHO AMIGOS QUE GANHAM BANANAS PELAS CALÇADAS DO NATAL. MAS EU TENHO UM AMIGO QUE MORA NAS QUADRAS DOS CALENDÁRIOS E SEMPRE AVISA QUANDO VAI CHOVER. ELE FALOU QUE, EM UMA DESSAS HORAS QUE PASSAM LONGE DO RELÓGIO, O TEMPO IRÁ MUDAR E A MINHA NUVENZINHA TERÁ DE FAZER XIXI. XIXI DE NUVEM FAZ BEM PARA A GRAMA... SÓ... SÓ MATA AS FLORES. XIXI DE GENTE FEDE E NÃO SERVE PARA ADUBO. EU GOSTO DE FAZER XIXI QUANDO NÃO PRECISO ME ESCONDER DA NUVENZINHA, PORQUE AGORA ENCONTREI DEZEMBRO E NO DEZEMBRO ESTÁ UM CAMINHO PARA O NATAL DE BRANCO.
VOU DORMIR PERTO DA PRAÇA PARA ESPIAR A CHEGADA DAS ESTRELAS E DAS LUZES. VOU ESPERAR COM O CALENDÁRIO NA MÃO E FAZER UM PEDIDO PARA AS ESTRELAS DESCARREGAREM A NUVEM NA ESQUINA ENTRE SETEMBRO E OUTUBRO. LÁ, ELA PODE TOMAR O CAMINHO DE VOLTA, JÁ QUE ELA TEM PARA ONDE VOLTAR, TÃO DIFERENTE DE MIM QUE COMECEI A CAMINHAR E NÃO POSSO VIRAR AS COSTAS. AS MINHAS COSTAS FICAM PARA O SUL, PORQUE SE O VENTO FICAR FORTE DEMAIS, A NUVEM ESCURA PODE AGRADECER A CARONA. ELA É MAIS INTELIGENTE DO QUE EU.  ELA NÃO FALA. ELA FAZ. EU FALO E NÃO FAÇO.
PROMETI PARA O SENHOR GUARDA QUE NÃO IRIA ANDAR POR AQUI OUTRA VEZ, MAS OS MEUS PÉS DE BOLA DE BOLICHE ME TROUXERAM ATÉ ONDE A NUVENZINHA DEIXOU E AGORA EU SEI QUE O SENHOR GUARDA NÃO VAI GOSTAR DE ME VER SUJO E SEM BOTAS.
MAS É DEZEMBRO E EU QUERO O NATAL QUE VÃO TRAZER DO CÉU. EU NÃO ENCOMENDEI NENHUM ANJINHO PORQUE A NUVEM DISSE QUE ELES SÃO FRÁGEIS. EU QUERO UM ANJO VERDE COM CABELOS AMARELOS CARREGANDO UMA ESPIGA DE MILHO COZIDO COM BASTANTE MANTEIGA E SAL. PARA SOBREMESA EU QUERO PASSEAR LÁ DO OUTRO LADO DO RIO, ONDE MEUS AMIGOS FAZEM UMA FESTA CHEIA DE COISAS QUE EU NÃO SEI DIZER O NOME.
A FESTA DE MEUS AMIGOS É PARA DEPOIS DO NATAL. EU QUERO DEZEMBRO AGORA, PARA DAR UM JEITO NO NATAL ANTES DELE CHEGAR. SEU SENHOR GUARDA, ISSO É CULPA DA NUVEM, NÃO PISE NO MEU PÉ QUE ELE ESTÁ PESADO FEITO BOLA DE BOLICHE E EU VOU SAIR ROLANDO RUA ABAIXO. NÃO, NÃO ESTOU RECLAMANDO! SÓ ESTOU LHE CONTANDO QUE EU GUARDEI O CALENDÁRIO NO LUGAR ERRADO E AGORA ESTOU AQUI, NAS CALÇADAS, ESPERANDO ALGUÉM BUSCAR O NATAL. EU SEI QUE É DEZEMBRO, MAS O NATAL É BRANCO E EU NÃO ENCOMENDEI UM PARA MIM, PORQUE ESSA NUVEM PESADA FECHOU OS MEUS OLHOS PARA O CARROCEIRO DAS ENCOMENDAS. NÃO! NÃO SEI COMO ELA FOI PARAR AÍ. NÃO! É MENTIRA NÃO, SEU GUARDA, ESSA É UMA NUVEM MUITO PESADA. EU A VI CRESCER, CRESCER E CRESCER E PESAR CADA VEZ MAIS. PARECE REDONDA, SEMPRE AO REDOR DE MINHA CABEÇA, PROCURANDO UM JEITO DE SE PENDURAR EM MEUS OMBROS. NÃO TENHO DESCANSO, SEU GUARDA. NÃO! EU NÃO COMI O PEIXE QUE SÃO JOSÉ ASSOU! PERDI A HORA DA BALSA E A LUA JÁ ESTAVA MUITO CHEIA. OS MEUS AMIGOS FORAM CONVIDADOS POR NOSSA SENHORA PARA UMA GRANDE FESTA. EU TAMBÉM FUI CONVIDADO, MAS GUARDEI O CALENDÁRIO. QUASE PERDI O NATAL! O SENHOR SABE QUE NENHUM HOMEM PODE PERDER O NATAL, SENÃO, AS VEIAS FICAM SEM SANGUE E O HOMEM CAI EM QUALQUER ESQUINA DA VIDA, COM OS PÉS VIRADOS PARA CIMA E CHEIOS DE BICHOS.  O MEU AMIGO QUE TEM MEDO DA NOITE CONHECE UM JEITO DE TIRAR OS BICHOS, MAS NÃO SABE DESVIRAR OS PÉS. ELE SÓ FAZ ISSO DEPOIS DO NATAL, EM NOITE DE LUA MINGUANTE, PARA NÃO ASSUSTAR OS MÉDICOS.  EU TAMBÉM JÁ FUI AO HOSPITAL DOS HOMENS, SIM. ELES LAVARAM OS MEUS PÉS. NÃO! SIM! EU SEI SENHOR GUARDA. EU SEI QUE NO NATAL EU POSSO ENTRAR ALI, MAS EU PERDI DEZEMBRO DENTRO DO CALENDÁRIO DA OFICINA. EU PERGUNTO PARA UM E PARA OUTRO QUANDO É QUE O NATAL VEM E, SE VEM, QUANTOS VÊM COM ELE, PORQUE EU SEI QUE ELE VEM DO CÉU. NA TERRA NÃO TEM NATAL. NA TERRA, QUE É ESSA AQUI, O NATAL NÃO PODE CHEGAR. SEI DE TODAS AS COISAS, SEU GUARDA, EU SEI E FICO QUIETO. NÃO SAIO CONTANDO PARA TODO O MUNDO O SEGREDO DO NATAL. EU SEI... O SENHOR É GENTE BOA! VAI ME LEVAR PARA ONDE?  MAS... EU QUERIA DEIXAR A NUVENZINHA AQUI PARA O SENHOR. NÃO PODE? PODE? EU POSSO TENTAR CORTAR EM FATIAS. O SENHOR AJUDA DAQUI ENQUANTO EU CORTO DALI. SE DEZEMBRO CHEGAR E EU NÃO ENCONTRAR DE NOVO ESSAS VEIAS ABERTAS VOU TER PROBLEMAS COM O MEU AMIGO DO CALENDÁRIO. O SENHOR EXPLICA PARA ELE QUE ME LEVOU PARA O CÉU? NAO É CEU? É NATAL? É NATAL NO CÉU? EU QUERIA SABER MAIS SOBRE ESSES ASSUNTOS DE POLÍTICA PARA CONTAR SÓ A PARTE BOA DAS COISAS QUE ESTÃO CHEGANDO. SE O SENHOR ME GARANTE QUE EU POSSO LEVAR OS MEUS PÉS DE BOLA DE BOLICHE, ENTÃO EU VOU! VOU E LHE AGRADEÇO, PORQUE ESSE PÉ AQUI TÁ BOTANDO MUITO BICHO PARA FORA.  SEI DISSO, SEU GUARDA. O SENHOR É GENTE BOA. EU VOU! EU VOU BEM QUIETINHO AQUI ATRÁS, E NÃO VOU FAZER NENHUMA BAGUNÇA NO SEU CARRO. LÁ É BOM PARA O NATAL? E EU POSSO DEIXAR A NUVEM NA ENTRADA? VÃO CUIDAR BEM DELA?ELANÃO SABE PASSEAR PELO CÉU. ELA PRECISA DA CABEÇA DOS HOMENS COM PÉS DE BOLA DE BOLICHE. EU VOU, SEU GUARDA. VOU QUIETINHO. O SENHOR ME AVISA QUANDO A GENTE CHEGAR AO NATAL? EU VOU FAZER CARA DE HOMEM FELIZ E ENTREGAR A NUVEM NA PORTARIA. NÃO RECLAMO, NÃO! DEIXA COMIGO. SEU SENHOR GUARDA? SERÁ QUE O SENHOR CONSEGUE UM CALENDÁRIO PARA MIM? É PARA EU SABER DE ONDE VEM AQUELA ESQUINA ENTRE NOVEMBRO E DEZEMBRO E AQUELA COLUNA DE NÚMEROS ESTRANHOS PINTADOS DE VERMELHO. O SENHOR ME DÁ UM CALENDÁRIO?  MUITO OBRIGADO, SENHOR GUARDA. MUITO OBRIGADO. O NATAL VAI CHEGAR PARA O SENHOR... BOM NATAL SEU GUARDA. BOM NATAL...